Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Infelizmente

O ex-presidente da ACAPO - Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, José Adelino Guerra, morreu, na sexta-feira, após de ter caído de uma altura de seis metros, ao sair do trabalho, na Biblioteca Municipal de Coimbra. Aos 60 anos, casado e com dois filhos, era coordenador do Serviço de Leitura para Deficientes Visuais. Infelizmente foi vítima de um buraco, que ninguém se lembrou de sinalizar e proteger devidamente. Infelizmente acabou por morrer vítima daquilo que tentou a vida inteira que não  existisse: a discriminação de quem é cego.
No entanto o buraco poderia ter vitimizado qualquer outra pessoa, mesmo que não fosse cega, pois qualquer um se poderia sentir mal naquele lugar e cair tal como aconteceu. Desta forma o que é triste aqui, é o desrespeito pelas normas de segurança. Ao pensarmos naqueles que são diferentes, pensamos também em nós, pois ninguém está livre de semelhante fatalidade independentemente se é portador de deficiência ou não. Espero que com este infeliz acontecimento, quem faz obras públicas, intervem ou cuida destes espaços, ponha mais a mão na consciência e passe a pensar um pouco mais naqueles que são diferentes, pois ao pensar neles estará não só a protegê-los, mas estará a proteger todos nós.


 








Sem comentários:

Enviar um comentário