Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Feliz Ano Novo



Um feliz ano novo super atrasaaaaado!
Espero sem dúvida que este ano seja muito melhor que o que passou, embora fazendo um balanço ele não tenha sido mau de todo! O David adaptou-se bem à escola nova, está a aprender a comer sozinho e agora vamos avançar para novas coisas com certeza. Outro facto positivo foi finalmente o controle dos surtos epileticos. Os factos negativos são os ligados aos cortes do nosso governo, enfim! O David deixou de ter médico pediatra de desenvolvimento sem ninguém dar cavaco quanto a isto já lá vai praticamente um ano! Outra coisa foi o facto de ter deixado de ter fisioterapia no hospital porque com os cortes não renovaram o contrato da fisioterapeuta, esqueceram-se é que o David não fez cortes na sua deficiência, ela continua a existir e a necessidade de fisioterapia também. E por falar nisso houve uma trapalhada qualquer com a clínica onde o David  ia fazer fisioterapia que até hoje não se entendeu muito bem o quê  e quem está a pagar agora isto do nosso bolso somos nós, até que a situação se regularize entre a segurança social e a clinica. Para não falar, o David este ano também deixou de ter direito a ter terapia ocupacional na piscina, que era uma coisa fundamental, pois já estava a conseguir ficar de pé sozinho, mas com os cortes até isso já voou, vá-se lá entender, porque cada vez pagamos mais e cada vez temos menos. Para não falar que como vou a neurologista particular tenho que pagar tudo o resto do meu bolso, e o David é isento!!! Mas enfim, o que é que se há-de fazer? Continuar a lutar pela recupareção do David, porque apesar disto tudo, eu ainda acredito que é possivél o David melhorar! E ainda tenho fé que o vou ver andar em breve, mesmo que tudo me diga o contrário. Quanto a tudo isto, só tenho a dizer que não me venham falar no superior interesse da criança, porque quando toca a dinheirinho, lá se vai o supeior interesse pelo cano...será que não era superior interesse do David continuar a ir à piscina com a terapeuta uma vez que era fundamental para a sua recuperação? Afinal há interesses que se sobrepõem, infelizmente neste momento não tenho dinheiro para pagar...