Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Alentejo

Alentejo
Vendido




Planície Alentejana
Vendido

2 comentários:

  1. poema para o primeiro quadro:

    "CHÃO

    O campo entra pela casa
    como se a casa
    (de chão de terra batida)
    do campo fizesse parte
    E faz
    A casa é recorte
    No campo
    só as paredes brancas
    separam um de outro chão"

    poema para o segundo quadro:

    "SEARAS

    As searas no Alentejo
    quando estão sob o calor
    parecem campos de oiro
    a convidar ao amor"

    poemas do meu livro "Alentejo até aqui" apresentado na feira do livro de 2005. Estes trabalhos reportaram-me a estes poemas.

    Um beijinho Conceição

    Persistência, Insistência, são palavras de ordem que fazem parte do seu vocabulário todos os dias e que a levarão sempre no caminho da evolução.

    ResponderEliminar
  2. Beilissimo. Adoro o Alentejo!
    Grata pelo carinho que deixou no meu bloguinho.

    ResponderEliminar