Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Dia Internacional do Síndrome de Asperger

Olá, hoje que se comemora o dia internacional do síndrome de Asperger, venho aqui deixar um beijinho a todas as mães que têm filhos autistas. Nunca desistam dos vossos filhotes, apesar de serem diferentes,pois merecem todo o nosso amor e compreensão. Que possamos a cada dia aprender algo novo com essa diferença. Fica aqui também o meu abraço apertadinho, pois sei que esta é uma caminhada nada fácil e por vezes muito pesada...

Para quem não conhece, o síndrome de Asperger é uma síndrome do espectro do Autismo.
O que é concretamente o Autismo, até hoje está ainda por definir, bem como as suas causas, sabe-se apenas que atinge mais os elementos do sexo masculino, que normalmente se manifesta antes dos 30 meses de idade, conhecendo-se apenas os sintomas, sendo alguns destes as estereotipias, dificuldade de interação social e emestabelecer relacionamentos, deficiências cognitivas e alterações da linguagem. No entanto existem alguns síndromes com algumas características autisticas que poderam induzir ao erro ou dificuldade de um diagnóstico concreto, tais como a psicose, deficiência mental, Mutismo, défices sensoriais.

Se o David é ou não Autista não sabemos, pois revela alguns dos sintomas, autoestimulações cinestéticas ( baloiçar o corpo),tactéis (arranhar superfícies), auditivas ( dar pancadas nas superfícies), visuais ( olhar para os dedos à altura dos olhos) dificuldade na linguagem, ecolalias, usa linguagem alternativa para expressar necessidades, faz girar os objectos, pode não querer abraços ou aconchegar-se carinhosamente, no entanto a cegueira pode produzir também os movimentos estereotipados e automutilação por isso o David tem que estar sempre a ser relembrado que não se pode andar a esmurrar. No entanto, para mim não é isto que mais me interessa, saber se o David é ou não Autista.. O que me importa é amá-lo o mais que possa e ajudá-lo o mais que possa nas suas diferenças. E não é isto o mais importante?

4 comentários:

  1. E mesmo isso o mais importante,Querida Conceição é amar com todo o teu amor de Mãe e as vezes de super mãe que tu já és.
    beijos muito grandes para ti e para o teu menino querido.

    ResponderEliminar
  2. É sim querida Conceição, é isso o mais importante, é ama-lo e dar-lhe todo o teu apoio e carinho.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Amiga...o tempo dirá o diagnóstico correcto do David...seja ele qual for terá uma mãe empenhada e que sabe bater o pé ,ou pedir ajuda caso seja necessário. O David tem mãe que o ama e amigos que o vão aoompanhante vida fora seja na saúde e na doença. Quanto a mim o facto de se saber os nomes das doenças só tras vantagem para podermos pesquisar e ler sobre o assunto e então os ajudarmos a compreender ou a que os outros não fujam deles e de nós a sete pés como às vezes acontece.

    O David tem de facto caracteristicas que se encaixam em muitas patologias diferentes...há que ir observando , registando e com a idade a avançar saber-se-á ...
    Até lá continua a fazer o que melhor sabes. Amá-lo... sim isso é o mais importante.
    Beijinhos para os três lindos.

    ResponderEliminar
  4. Querida Conceição,

    Como diz a Lisa, que sabe do que fala, há uma certa importância em saber qual é o problema do David para fazer tudo o que é possível para remediar mas não há dúvida nenhuma que o amor é o que ele mais precisa e que tem, de certeza, com a linda família que tem.
    É interessante falar sobre os sintomas do David porque muitas pessoas ignoram factos e só explicando é que vão olhar para as pessoas diferentes com outro olhar !
    Obrigada, amiga, pela tuas lindas palavras acerca do meu aniversário de casamento, que perdura também pelo amor e pela luta constante para mantê-lo.

    Muitos beijinhos para todos

    Verdinha

    ResponderEliminar